O que acontece com o vinho se não for consumido logo?

Empórios | quarta-feira 12 novembro 2014 12:55

vinho-tinto-queijos

O consumo de vinho aumenta nas festas de final de ano. A bebida comemorativa pode não ser tão popular quanto a cerveja no Brasil, mas tem ganhado espaço. Com isso, surgem dúvidas sobre como preservar o sabor do vinho e se é possível guardá-lo depois da garrafa ser aberta.

Primeiro, é importante saber que depois que a garrafa de vinho é aberta, a bebida começa a se oxidar. Ou seja, os diversos compostos presentes no vinho reagem com o oxigênio que entra na garrafa depois de aberto, resultando em sabores e odores normalmente desagradáveis.

Com esse processo, a maioria dos vinhos não se conserva por mais de algumas horas depois de abertos. O jeito é dividi-lo com alguém que você goste, ao invés de tentar guardar.

Dá para tentar ‘esticar’ a duração de um vinho para entre 24 horas (a grande maioria dos vinhos) e alguns meses (para vinhos muito específicos, como um Madeira). Para isso são necessário alguns cuidados, como retirar o ar da garrafa – utilizando equipamento próprio, como bombas de vácuo – e guardar sob refrigeração.

Ainda, é possível prolongar a duração da bebida por meio de equipamentos que introduzem gases inertes (normalmente nitrogênio) na garrafa aberta, impedindo assim o contato do líquido com o oxigênio. No entanto, esses “brinquedinhos” são caros demais para um enófilo amador.

Portanto, abra a garrafa de Mitto Terroir que você mais gosta e harmonize com a melhor companhia!

Divida um brinde, divida bons momentos!

 

(Fonte: Exame)


Não tem comentários »

Ainda não há comentários.

RSS dos comentários deste post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Você deve estar conectado para enviar um comentário.